As causas principais de acidente rodoviário são aquelas que têm que ver com a sonolência.
Normalmente, as autoridades atribuem como principal causa o "excesso de velocidade". No entanto , em 99% dos casos, as causas são provocadas pela sonolência, ou seja, devido ao adormecimento do condutor, o veículo não ter travado, nem "rodopiado". Num estudo da APEC, verificámos que o motivo dos despistes analisam-se pela direcção do veículo, pelo relevo dos pneus, e pelo facto de os acidentes não terem marcas de travagem.
Assim, as outras causas são também atribuídas à ingestão de bebidas alcoólicas, à deficiência que existe nas provas teóricas e práticas de condução, uma vez que as provas teóricas contêm matéria que nada tem que ver com a sinistralidade rodoviária, nem com a realidade da condução. Para além disso, os candidatos às provas não são avaliados como condutores sobre o momento em que incidem os factos questionados. Aliás, o legislador pretende com este tipo de provas levar os candidatos à reprovação e ao erro.
Quanto às provas práticas, o legislador (em 1998) introduziu a estas percursos de exame, cuja matéria os candidatos conhecem antes de realizar as provas, e estas são viciadas. Ou seja, o candidato é preparado para ter aprovação no exame, em vez de ser preparado para a realidade rodoviária.
Refira-se que estes tipos de provas são contrárias as directivas comunitárias." e depois mais umas fotografias de acidentes tambem como exemplo.

acidente


Dados estatísticos

A prevenção rodoviária e a diminuição da sinistralidade são grandes preocupações da APEC. Os números recentemente avançados são reveladores do longo percurso que no nosso país ainda há a percorrer e justificam a apreensão geral. Só nos últimos seis meses, a ANSR (Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária) contabiliza:
209 mortes no local
908 feridos graves, dos quais 30% vem a falecer no espaço dos 30 dias seguintes ao acidente
55 562 acidentes
Segundo a EUROSTAT, porém, há mais 272 mortes não contabilizadas pela ANSR. o que leva a dizer que serão 481 os falecimentos resultantes de acidentes rodoviários.

Acidente

breves resultados   IMTT   IEFP  Certificada  
PARCEIROS
Desenvolvimento:
Copyright © 2012 APEC. Todos os direitos reservados.